Perguntas Frequentes

Tem dúvidas? Nós temos respostas!
  • +Qual é o pH ideal da àgua da piscina?
    O pH da sua piscina deve situar-se entre 7,2 e 7,6. Se, na altura em que realizar a análise, constatar que o pH é inferior a 7,2, adicione um pouco de pH mais. Abaixo de 7, a água torna-se corrosiva para os componentes metálicos aplicados. Ao contrário, se o pH for superior a 7,6 a sua água é calcária e irritante, podendo diminuir a acção dos produtos de tratamento. Neste caso deve adicionar pH menos a fim de a equilibrar.
  • +Qual deve ser a quantidade de cloro na água?
    A medida do cloro é calculada em miligramas por cada litro (mg/l) e a taxa deve situar-se entre 1.5 a 2 mg/l.
  • +Quais as 5 etapas importantes para a manutenção da piscina?
    A Guimágua cuida da sua água em 5 etapas essenciais:

    1. A manutenção do equilíbrio da água
    Etapa prévia e indispensável antes de qualquer tratamento. O equilíbrio da água mede-se através de 2 parâmetros: o T.A.C. (Taxa Alcalimetrica Completa) e o T.H (Taxa Hidrometrica ou dureza) reajustáveis em função dos resultados obtidos.

    Atenção: o equilíbrio da água depende do T.H, do T.A.C. e do pH.

    Esta etapa importante é raramente aplicada e frequentemente minimizada. No entanto é indispensável pois ela condiciona o bom desenvolvimento da fases seguintes. Um T.A.C. baixo pode conduzir às variações intempestivas no pH . O T.H. ignorado ou desconhecido pode conduzir a problemas de tártaro.

    2 – O equilíbrio do pH
    Mantendo entre 7,2 e 7,6, um pH bem regulado permite:
    * Máxima eficácia do produto desinfectante e do floculante
    * O bem-estar durante a água
    * A conservação do material e do revestimento

    3 – A desinfecção da água
    Trata-se de uma etapa primordial. Ela deve permitir a luta contra o desenvolvimento dos microorganismos, responsáveis pelas infecções e pela água turva, que são frequentemente a origem dos problemas encontrados. Para um óptimo resultado a água deve ser sempre desinfectada e desinfectante. A escolha da solução de desinfecção e dos produtos é essencial.

    4 – A luta contra as algas
    É indispensável para manter uma água limpa e cristalina.

    5 – A floculação
    Esta destina-se a aglomerar as partículas em suspensão na água. A aglomeração das partículas possibilita que o filtro as possa reter. Uma simples lavagem é suficiente para as eliminar. (Atenção: exclusivamente para filtros de areia).
  • +Como escolher o aquecimento para a sua piscina?
    Aquecer as piscinas exteriores permite aumentar a temperatura da água e conserva-la. Neste caso os parâmetros principais na escolha do tipo de equipamento a instalar são: as dimensões da piscina, a temperatura desejada, a zona climatérica, a cobertura, o período de utilização e a frequência.

    Para ajuda-lo a decidir o equipamento mais adequado o seu concessionário Guimágua far-lhe-á um estudo térmico gratuito.
  • +Existem vários tipos de filtragem e purificação da água. Quais são as indicações e diferenças?
    Existem 3 tipos de filtração de água em piscinas. Filtros de areia, filtros de diatomite e filtros de cartucho. Os filtros de diatomite são os mais eficientes.
  • +É verdade que quando uma pessoa urina na piscina ela fica com uma auréola colorida à volta?
    Hoje em dia nenhum dos diversos produtos que se adicionam à água deixa essa mancha.
  • +Quando se abre uma fissura na piscina enche-se com resinas... epoxy ou chama-se o técnico competente?
    Qualquer patologia que uma piscina apresente deverá ser sempre analisada e reparada por um técnico competente. Cada patologia terá uma intervenção específica e adequada sendo várias as formas de reparação.